Estudar inglês, eterno dilema. Qual o melhor caminho?

Há um mito de que se o profissional trabalha em uma empresa nacional ou mesmo se ele não tem interface com profissionais de outros países, não há necessidade de estudar inglês. Uma das mais presentes justificativas que escuto dos executivos com quem eu converso (e que não falam inglês) é da inutilidade de estudar o idioma por que ele é utilizado pouquíssimas  vezes na rotina de trabalho.

E a pergunta que me fica é: você acredita mesmo que o inglês só é utilizado para você fazer bonito em uma entrevista de emprego ou mesmo estar apto àquela vaga mais sênior ou de gestão?

Independentemente do que você faz ou de que cargo você ocupe, por mais que a sua atual empresa seja nacional ou mesmo seu cargo não tenha uma interface com outros países, o mundo está globalizado, e você vive nele.

Na wikipedia em português constam mais de 560.000 artigos, em inglês são mais de 3.258.000 !!!! É uma diferença de quase 500%!!

Muitas pessoas tem TV a cabo, mas não podem assistir aos notíciarios e até talk shows (alguns excelentes por sinal) porque não entendem inglês.

Fora quem procura por uma pós-graduação, mestrado ou MBA: a grande maioria dos novos estudos, artigos e livros do mundo business está em inglês.

Não entender inglês (por mais que ele não seja o mais fluente do mundo) não é uma chance de perder oportunidades profissionais, é uma certeza de perder diversas oportunidades de fazer parte de um mundo globalizado quase sem fronteiras – ainda mais quando a Internet trouxe consigo blogs, twitters, facebooks entre outros.

Bem, que estudar inglês é necessário acredito que já está claro. E se você ainda não fala inglês? O que fazer?

Para aqueles que já tentaram mais de uma vez e se convenceram de que simplesmente não conseguem aprender, saibam que existem todos os tipo de cursos, metodologias, professores, preços, condições, cds, vídeos, livros e escolas para o seu tipo específico de aprendizagem. Há até alguns que recentemente devolviam seu dinheiro se você não aprendesse inglês no prazo estipulado por eles. Mas há de se fazer uma ressalva: VOCÊ TEM QUE QUERER APRENDER, ok? Porque, obviamente, não há professor, curso ou método mágico que fará você aprender o que você não quiser.

Se o seu inglês está básico e você precisa acelerar este processo de aprendizagem, considere MESMO fazer uma imersão fora do Brasil (só não vá para Miami, ok?). Isto porque nós adultos aprendemos diferentemente das crianças e já temos um idioma consolidado na mente. Assim o início da aprendizagem é feito por comparação e tradução daquilo que conhecemos, o que é natural. Se este processo é mantido algumas vezes por semana apenas, seu aprendizado vai demorar. Então vá para onde você TENHA que falar e ler em inglês 100% do tempo.

Se o seu inglês está “enferrujado”, volte para um curso para conversação ou mesmo em um nível avançado. Você verá que os cursos de inglês de hoje estão totalmente interativos, as bibliotecas dos cursos de inglês estão realmente completas e os métodos são mais interessantes do que há 20 ou 30 anos atrás.

Além disso é sempre uma oportunidade de conhecer gente diferente e que provavelmente está lá por um motivo parecido com o seu.

Se você fala inglês mas não o utiliza diariamente, considere também ter um fórum, um grupo ou mesmo uma rotina de assistir filmes, noticiários ou mesmo ler livros em inglês. Ficar sem utilizar o inglês que se aprendeu fará ele perder a fluência e o trabalho de recuperação posteriormente é com certeza mais árduo.

BOA SORTE!!

Fonte: Blog da Revista Você/SA

Autor: Marcelo Cuellar

Anúncios

Sobre Teacher Rê

Professora de inglês desde 1998 e amante da língua inglesa desde sempre. Graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará, participante assídua de congressos tendo inclusive apresentado vários workshops quando ainda morava em Fortaleza. Além dos estudos acadêmicos, obteve com sucesso todos os exames de proficiência da University of Cambridge assim como o TKT, Teaching Knowledge Test. Morando no estado de São Paulo desde 2006, foi professora da Cultura Inglesa de 2006 a 2009 e em 2010 iniciou sua carreira independente, apostando no aprendizado de inglês de forma personalizada. Tem planos de cursar Pós-graduação em 2011 e buscar outros certificados de forma a sempre se atualizar.
Esse post foi publicado em Geral, Mídia, News e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Estudar inglês, eterno dilema. Qual o melhor caminho?

  1. Letícia disse:

    Bom dia!
    Não sei como as pessoas podem ter na sua cabeça não aprender ingles.
    Eu mesma já fiz um curso de ingles, mas ele ficou enferrujado e estou iniciando um novo curso de ingles (para iniciar o nivel avançado) Pois estou entrando no mercado de trabalho e quero melhores oportunidades e com certeza o inglês fluente me dará essas oportunidades.
    Pois sei de empresas que dispensam pessoas com experiência para pegar pessoas com inglês fluente. Pois hoje em dia conseguir se comunicar com o mundo é mais dificil para alguns do que adquirir uma rápida experiência de trabalho.
    As empresas que não exigem a fluência em inglês consideram um grande diferencial, porém se a pessoa deve ter pelo menos um inglês intermediário e as empresas estão oferecendo cursos de idiomas para seus funcionários.
    Depois da fluência em inglês eu indicaria o Espanhol e o Mandarim (li em alguns artigos, devido ao crescimento da china). E é o que eu pretendo, sem contar outras inguas que acho bonita e adoraria aprender, e não é para ficar me achando que sou poliglota é para fazer a diferença, pois o mercado está cada vez mais competitivo e algumas pessoas ainda relutam em aprender um simples inglês.
    att,
    Letícia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s